Apresentação

Em um bule há – comumente – café. O nosso BULE é diferente; nele há palavras. Palavras que formam contos e séries; palavras que, livres, subjetivas, se transformam em crônicas; palavras que, amenas ou ácidas, se transformam em resenhas sobre publicações de novos autores; palavras que, trocadas, se transformam em entrevistas; poucas palavras que, esqueléticas, se transformam em micronarrativas. E essas palavras são escritas por Geraldo LimaMarcia BarbieriRicardo Novais, Rodrigo Novaes de Almeida e Rogers Silva.

Eis os colunistas d’O BULE. Alguns estados (Minas, Rio, São Paulo), mais o Distrito Federal, com um único propósito: fazer/comer/tomar/beber/discutir/divulgar literatura. Aos estados de onde surgiu a ideia, se somarão mais outros, de onde virão nossos colaboradores, convidados e leitores. Esperamos que sejam muitos e diferentes em seus propósitos, em suas crenças, em suas escritas, em suas leituras.

Bule pode significar Blog Unificado de Literatura e Escrita. Ou Brasil Unido pela Leitura. Ou pode não significar nada; apenas bule, objeto que possui uma conotação muito positiva para nós brasileiros. Adoramos sentar, jogar conversa fora enquanto tomamos um café, que pode ser ora amargo, ora doce, ou muito ralo. Os gostos variam. Os desgostos também. O nosso café tomaremos virtualmente – serão as palavras, os textos. Eles terão sabores variados – poéticos, ultramodernos, difíceis, formais, coloquiais, obscuros, diamantes.

 O nosso BULE, este, é um espaço de apresentação, divulgação e discussão de ideias em torno da literatura, das palavras, da escrita. Aqui  livros são sorteados entre os seguidores e leitores. Aqui outros autores divulgam suas publicações. Aqui outras colaborações, além dos textos dos colunistas fixos, serão aceitas e ansiosamente esperadas. O BULE não é apenas um site de literatura contemporânea, mas também de literatura extemporânea.

À falta de uma mesa de botequim, sente-se em frente ao computador. À falta de café, saboreie as palavras. Este é O BULE. Sejam todos bem-vindos.

Nossa história

No final de 2009, Rogers Silva e Rodrigo Novaes de Almeida se reuniram com a ideia de criar um espaço na rede que pudesse agregar escritores contemporâneos e leitores. A proposta não era apenas publicar textos literários dos colunistas fixos e colaboradores, mas também realizar sorteios, criar campanhas, entrevistar autores renomados e, a partir de boas idéias e bons textos, divulgar bastante a literatura e tudo que a rodeia. Depois de 3 meses de conversas e planejamento, O BULE foi ao ar no dia 1º de janeiro de 2010. Do grupo de colunistas originais, Rogers e Rodrigo são os únicos remanescentes. Em seguida vieram Geraldo Lima, Claudio Parreira e Homero Gomes. Depois, Mauro Siqueira substituiu nossa amiga Bruna Mitrano. Mais tarde, após a saída de Homero e, depois, de Mauro Siqueira, chegaram Ricardo Novais e Marcia Barbieri. Hoje a formação d'O BULE tem cinco colunistas fixos (Rogers Silva, Rodrigo Novaes de Almeida, Geraldo Lima, Ricardo Novais e Marcia Barbieri) e mais de 90 colaboradores já participaram do coletivo. Dividindo tarefas e compromissos, o coletivo funciona de forma não hierarquizada. Cada colunista fixo é responsável por uma determinada área ou função como, por exemplo, leitura, análise e seleção dos textos de colaboradores; produção e edição de entrevistas; publicação de resenhas; análise de releases e realização de sorteios etc. Com um cronograma fixo firmado desde o seu início, dificilmente há um dia no mês em que não haja atualização no site, e esse é um dos diferenciais d’O BULE em relação à maioria dos blogues e sites de literatura. Nossos colunistas também cuidam da divulgação (uma das maiores preocupações d’O BULE, porque acreditamos que o autor/texto devem, de alguma forma, chegar ao público-leitor), cada um (ou dois) atuando em uma rede social diferente – Facebook, Orkut, Twitter, Youtube etc. As decisões importantes são decididas no voto da maioria em e-mails divertidíssimos trocados entre os cinco. Quase dois anos depois, temos o orgulho de ser um site de literatura que já está espalhado pelos quatro cantos do país e, mais, ser reconhecido por sua verve eletrizante, criativa e ora polêmica. E podem esperar muito mais, porque tudo isso é apenas o começo.

Facebook, Twitter & Orkut

Nós também estamos no Twitter, no Facebook e no Orkut. As redes sociais d'O BULE são mais algumas alternativas de fomentar o debate literário e o interesse por onde ele orbita, desse espaço e das pessoas envolvidas com ele – isso inclui logicamente você, leitor. Ficaríamos felizes se você, que acessa O BULE, conhecesse-o também no Facebook, no Twitter e no Orkut, e fosse nosso seguidor/fã/membro por lá.

Nós, no Facebook, tentamos expandir os ares d’O BULE - linkamos o máximo de assuntos relacionados a literatura e livros, ao meio literário enfim. Seguindo o Facebule (o nosso Facebook), é uma ótima forma de ficar antenado com tudo que acontece no mundo literário. Despretensiosa e frequentemente postamos uma foto de um bule... Isso mesmo! A ideia é brincar com a nossa logo e postar uma nova imagem desse objeto durante todo o ano – muitos bules. E quem quiser participar, o convite já está feito! Pode enviar fotos para nós.

No Twitter, além de criar chamadas para as postagens e páginas d'O BULE, também brincamos - na maioria das vezes de forma bem humorada - com imagens no Twitpic. Fique à vontade para nos enviar imagens! Além do mais, no Twitter também anunciamos produtos, serviços e marcas que tenham a ver com o nosso projeto.

A comunidade d'O BULE no Orkut tem como objetivos, entre outros: reunir escritores e propor interação e troca entre eles; possibilitar discussão e debate sobre os textos dos membros da comunidade; promover discussões sobre a escrita, a publicação e a divulgação de literatura; divulgar livros dos membros das comunidades. Que tal conhecê-la e participar ativamente dela? O BULE no Orkut.

Já estamos com muitos fãs em nosso Facebook, seguidores no Twitter e membros na comunidade do Orkut. Quer ser mais um? Então venha acompanhar conosco esse mundo (encantado?) da literatura.


>>> Conheça também os twitters dos colunistas: Rodrigo Novaes de AlmeidaRogers Silva; Marcia BarbieriRicardo Novais; Geraldo Lima